O que é Firewall? Saiba como se proteger na web!

Não sabe o que é firewall? Nesse artigo vamos explicar e tirar suas dúvidas! Vamos lá.

O firewall visa melhorar a segurança. Em inglês o termo significa “parede de fogo”. 

Conceito do que é Firewall

Em resumo ele funciona como uma barreira para as ameaças virtuais com  conteúdo malicioso impedindo invasões. Dessa forma bloqueia acessos não autorizados, com base em listas de domínios bloqueados ou regras preestabelecidas de acesso.

Além disso monitora e filtra o que é transmitido na rede. Pode ser usada tanto em uma rede de uso doméstico quanto em uma corporativa. O que muda é a infraestrutura empregada. Quanto maior a estrutura e número de máquinas conectadas, mais complexo tende a ser a estrutura.

No geral os sistemas operacionais possuem um firewall próprio. Como é o caso do firewall do Windows

Mas essa tecnologia não se limita a apenas isso. Um firewall pode ser formado por um conjunto de hardware e software.

Diferentes Tipos de Firewall

Proxy

Uma das formas mais conhecidas de firewall, essa ferramenta funciona como um intermediário. Isto é, para máquinas de fora da rede ele impede conexões externas sem autorização. 

Já as máquinas conectadas internamente, fazem uma solicitação para se conectar a uma outra rede ou mesmo com a internet, e nesse meio tempo o proxy avalia, baseado nas regras já estabelecidas, se deve ou não realizar a conexão. 

Desse modo todas as conexões são intermediadas pelo proxy. Além disso ele guarda registros de todas as URLs visitadas e demais dados que possam interessar.

Com toda certeza essa solução é muito interessante para empresas. Que podem controlar o acesso de seus funcionários e impedir acesso a sites fora do contexto do trabalho. Escolas e ambientes acadêmicos também podem usar para o mesmo fim.

Entre as principais desvantagens do uso de proxy é que ele pode ocasionalmente bloquear como conteúdo malicioso um conteúdo que na realidade não é. O que sem dúvida acarreta certo aborrecimento por parte do usuário.

Filtro de Pacotes

Os filtros de pacotes foram uns dos primeiros firewall desenvolvidos. Como o próprio nome diz ele analisa uma parte dos pacotes de dados que são transmitidos na rede. Essa filtragem é realizada pelo número de IP e o número da porta. Ou seja, ele analisa os cabeçalhos de cada pacote e confronta com as regras de filtragem.

É um sistema relativamente simples, e por vezes falho, por isso com o tempo foram surgindo outras opções de proteção. Como por exemplo o proxy, falado anteriormente.

Filtros de Pacotes Estáticos

Possuem regras estáticas para analisar as informações dos cabeçalhos. Devido a isso não consegue analisar protocolo FTP (File Transfer Protocol) por possuírem back-channels. 

Filtros de Pacotes Dinâmicos

Para resolver as limitações dos filtros estáticos os filtros dinâmicos foram criados. As regras de filtragem não são fixas como seus antecessores. Como resultado funcionam de forma dinâmica para conseguir trabalhar com os protocolos antes não acessíveis.

Filtros de Estado de Sessão

Essa ferramenta analisa as sessões dos usuários desde sua conexão inicial até o encerramento. E  dependendo do status de conexão ele libera ou bloqueia o trânsito de pacotes de dados. 

As regras determinadas são examinadas por sessão e independe do que é transmitido pelos pacotes. Vale ressaltar que essas tecnologias não precisam ser usadas de forma isolada. Podem ser combinadas para criar um ambiente ainda mais seguro. 

Origem 

Firewall remete as portas anti incêndio usadas para barrar o fogo. Geralmente utilizada em prédios. Essa parede isola o ambiente e impede a propagação do fogo.

A tecnologia firewall surgiu ainda na década de 1980 como forma de proteger a ARPANET de ataque externos. Com o fim da rede acadêmica a tecnologia passou a ser utilizada na internet.

Com o passar do tempo foram surgindo diferentes tipos de produtos no mercado.

Vantagens e Desvantagens

A principal vantagem é o ganho com segurança. E controle sobre o que é pesquisado pelas máquinas conectadas a rede.

Limitações 

Já entre as desvantagens estão:

  • Nenhum firewall é totalmente seguro;
  • O uso de outras tecnologias em conjunto são indicadas;
  • Suscetível ao ataque de tunelamento de pacotes;
  • Pode bloquear conteúdo seguro de forma indevida.

Uso Empresarial vs Uso Doméstico

As empresas que buscam ter um controle de acesso dos seus funcionários se beneficiam muito com o uso de um firewall. Antes de mais nada seja qual for o uso deve deixar claro quais são as necessidades de segurança.

Então gostou de saber o que é firewall? Restou alguma dúvida?

Deixe seu comentário!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *